22º ano do Último Tiro de Artilharia de Costa em Portugal - Comunicado

22º ano do Último Tiro de Artilharia de Costa em Portugal - Comunicado

A ARTCOSTA assinala a efeméride com a publicação de um comunicado e com a sensibilização das entidades públicas, autárquicas, privadas e opinião pública em geral, pela necessidade de urgente preservação do património militar das fortalezas marítimas e da Artilharia de Costa portuguesa.

Neste comunicado a ARTCOSTA apresenta também uma pequena resenha da atual situação do património do extinto RAC e de algumas Fortificações Marítimas objeto de iniciativas relevantes para a sua preservação.


COMUNICADO

Comemoração do Dia do RAC - 29NOV2020

Caros amigos e camaradas da ARTCOSTA,

Celebramos hoje, 29 de Novembro, o dia do RAC, evocando por via virtual, a memória e a obra de todos os que serviram no RAC e na Artilharia de Costa, bem como nas Fortificações Marítimas portuguesas ao redor do mundo.

Fazemo-lo hoje no cumprimento das mais rigorosas orientações das autoridades nacionais, preservando o maior bem, o da saúde, do nosso património humano, em linha com o objeto e fim da nossa organização, formulando votos de que num futuro próximo, nos possamos voltar a encontrar fisicamente, celebrando esse dia maior do RAC pela nossa ação e vida.

Saudamos a oportunidade e atitude do Comandante do RAAA1, Coronel de Artilharia Fortunato Manuel Figueiredo Mariano Alves, insigne comandante da Unidade do Exército Português, herdeira do património e das tradições do extinto RAC, com a qual a ARTCOSTA se vem associando às comemorações em apreço, que assinalou a efeméride, com uma carta alusiva ao Dia do RAC e com a habitual "Cerimónia de Homenagem aos Mortos" (sem convidados), a qual registamos com muito apreço.

A ARTCOSTA vem acompanhando os desenvolvimentos relativos ao património da Artilharia de Costa e realizando as diligências necessárias à sua defesa e valorização, nomeadamente no:
- Processo de cedência de uso da Bataria da Fonte da Telha à Câmara Municipal de Almada, com quem temos mantido estreitos contatos, com vista à inclusão da ARTCOSTA num projeto cultural para aquele espaço; 
- Processo de cedência de uso da Bataria da Parede à Câmara Municipal de Cascais, com quem temos mantido estreitos contatos, com vista à inclusão da ARTCOSTA no projeto de criação de um núcleo museológico da Artilharia de Costa pela CMC com o apoio do Exército;
- Processo de cedência de uso do Forte do Arieiro à Câmara Municipal de Oeiras para instalação de um museu da Barra e do Tejo, para o qual fomos convidados a participar no acompanhamento;
- Processo de Instalação da sede provisória da ARTCOSTA nas instalações da Junta de Freguesia de Carcavelos e Parede, cedidas gentilmente para o efeito e que será brevemente inaugurada.

Pelas razões acima mencionadas que impossibilitaram os nossos maiores eventos (Encontro Nacional e Comemorações do Dia do RAC), que coincidem com a realização da reunião das Assembleias Gerais Ordinárias, não foi possível a sua realização física, a qual terá lugar oportunamente no primeiro trimestre do ano de 2021.


Com os cordiais cumprimentos,

Carlos Manuel Alpedrinha Pires
Coronel de Artilharia (REF)
Presidente da Direção

Os últimos canhões da costa calaram-se há 20 anos - Artigo do jornal Público

Os últimos canhões da costa calaram-se há 20 anos - Artigo do jornal Público

Artigo do jornal Público, da autoria da jornalista Mara Gonçalves (texto) e Nuno Ferreira Monteiro (fotografia), publicado a 6 de Janeiro de 2019.

Link para o artigo do jornal Público

O Último Tiro - Podcast, "Histórias de Portugal"

Divulgamos este excelente trabalho, do jornalista Marco António, que espelha, de forma emotiva, uma realidade nacional, do património, algum valiosíssimo e único a nível mundial.

Nas palavras do autor,

"Há 20 anos um icónico regimento militar “morreu” e, com ele, muito “aço” também. Agora, a questão é esta: se os homens serão mesmo mais fortes que o aço… e se, por eles, a memória sobreviverá."

http://historiasdeportugal.com/o-ultimo-tiro/

1 2 3 >